Meu conto de fadas

Aonde nascem os anjos?
Aonde crescem os demônios?

Pequena criança, seu pés estão ensangüentados.
Por onde você esteve caminhando?

“Estive em meu mundo, nos meus pesadelos”.

Minha querida, seus olhos estão vermelhos e inchados.
Mas continue chorando, irei de acalentar até te fazer sorrir.

“Você irá me amar? Por favor, não, irei te machucar”.

Escrava da miséria humana, o que te prende ao medo?
Feche os olhos e se jogue ao abismo do surreal.

“Lá encontrarei meus sonhos devorados?”

O que já foi destruído não pode ser restaurado.
Não poderá correr atrás do que já perdeu, busque o que você poderá
conquistar.

“Por que você é tão confiante?”

Apenas não sou como todos os outros que você conheceu.
Meu coração não pulsa conforme os ritmos banais.

“O meu coração, fora um dia encharcado por sangue, agora...”

[~você é livre para continuar~]

Kátia Midori

Um comentário:

Cassiano Diesel disse...

Meus parabéns!
Continue assim que você vai longe

^^

Mantenedores do Blog:

Cachone - Ivan Petrovitch - Jorge Roberto Gonsalves - Rabinoo - Paladino - John Play - Kátia Midori - Antunes Savas - Umberto Bogart - Ernesto Kramer - Carmelo Zapala Giufrida - Paulo Menten - Fabio Evans - Gilmar Buki - Sergio Paulo Costa